Aqui é descrita a História do Papel com o passar dos séculos.


 
Os egípcios, que abasteciam o mundo com o papiro, tinham em sua fabricação grande fonte de renda. O papiro era valorizado entre os romanos que o chamavam papel augusto. O papiro era considerado importante instrumento de escrita naquela época, como hoje são os aparelhos de comunicação.

Olho de Horus


 

O papel propriamente dito surgiu na China, na província de Hunan, por seu inventor T'sai Lun. Os processos de sua fabricação desenvolveram-se lentamente, assim como a divulgação desta técnica pelo mundo, aparecendo na Europa apenas dez séculos após sua invenção.

Dinastia Han


 
O Washi, ou papel japonês, teve grande desenvolvimento nas aldeias japonesas, sendo até os dias de hoje exportado para o mundo. Os idosos que ainda fabricam papel, são considerados tesouros vivos do Império.

Colheita do Kozo


 
Longo foi o trajeto do papel no mundo. Em 1765 o cientista Dr. Jacob Schäffer pesquisou ninhos de vespas chegando à conclusão de que eram feitos de fibras de celulose. Esta descoberta propiciou o início das indústrias papeleiras a partir de troncos de árvores.

Roteiro do papel no Mundo


 
O papel artesanal no Brasil tem duas fases: uma no século XIX e outra retornando em 1980 em Belo Horizonte/MG, expandindo-se nos outros Estados brasileiros até os dias atuais.

Brasil Colonial